Profissionais De CFTV e a Evolução

Esses dias um dos leitores me perguntaram se é verdade que na nova tecnologia do analógico de alta resolução irá matar o IP, a resposta rápida e direta é: absolutamente não. As duas tecnologias irão coexistir, porém com o IP continuando a fazer parte dos mega projetos. Espero que compreendam que a tecnologia evolui e não regressa mais, ou acham que iremos voltar a usar fitas cassetes e VHS ?

evolução CFTV

Sistema de CFTV IP e Sistemas analógicos

Com a chegada das novas tecnologias de sistema CFTV IP ao mercado, os sistemas analógicos têm sido questionados. O fato é que as novas tecnologias não apenas surgem para suprir novas demandas, como também às criam. O fato é que há lugar para ambos os sistemas no mercado atual, porém os conhecimentos relacionados às novas tecnologias são essenciais.

 

A evolução de profissionais do CFTV

A tecnologia avança a uma velocidade impressionante, se não nos atualizarmos seremos substituídos por profissionais que se adaptam e aprendem a utilizar essas novas tecnologias disponíveis no mercado.

Um bom exemplo atual de nossa área é a necessidade de aprender como funciona um sistema de CFTV IP e utilizá-lo quando necessário.

Não quero dar a entender de forma alguma que devemos abandonar o sistema analógico de imediato, não devemos ser radicais a esse ponto, o que devemos fazer é entender e utilizar a nova tecnologia de CFTV analógico, mas também aprender a utilizar sistemas de CFTV IP.

 

Comparando os profissionais de CFTV

Há mercado para vender ambas as tecnologias, tudo depende do profissional e das necessidades do cliente, vamos comparar agora um caso de possibilidades que temos com os diferentes sistemas, mas, com o Curso De CFTV, tudo fica mais fácil.

O projeto de CFTV analógico

nova tecnologia analógica O que ele poderia ofertar para seu cliente? Vejamos abaixo:

  • Um sistema com a nova tecnologia analógica de alta resolução
  • Gravação em DVR com conexão remota via Internet
  • Câmeras que possuem BLC, WDR, SensUP e outras tecnologias
  • Gravação local com monitoramento local e remoto

É uma boa venda para John, ele pode ganhar sua comissão em um sistema analógico e deixar seu cliente feliz com a nova tecnologia que permite ter resolução FullHD em analógico, talvez seu cliente seja pequeno e não tenha a necessidade de investir em um sistema IP.

 

O projeto de CFTV IP

O que pode a tecnologia mais moderna ofertar?

  • Um sistema com câmeras IP de altíssima resolução (Mais de 20MP)
  • Gravação em NVR com conexão remota via Internet
  • Câmeras que possuem BLC, WDR, SensUP e outras tecnologias
  • Gravação local e remota com monitoramento local e remoto
  • Câmeras Olho de Peixe (Fish Eye) com visão de 360º
  • Redundância, com gravação local e remota simultaneamente
  • Mais redundância com gravação em cartão de memória
  • Ampla possibilidade de escolha de VMS (Digifort, Milestone,ISS,etc)
  • Análise de vídeo embarcada na câmera ou no VMS
  • Câmeras com capacidade de transmissão sem fio (wireless)
  • Criptografia na transmissão da câmera para o gravador (NVR)
  • Ajuste remoto de foco das câmeras do tipo box, domes ou bullets
  • Envio de email direto das câmeras para o cliente (em eventos)
  • Uso de cabo UTP, Coaxial, Fibra ótica ou Wireless para transmissão
  • Monitoramento dos recursos das câmeras via software (SNMP)
  • Acesso direto às câmeras via rede local ou Internet
  • Alimentação das câmeras diretamente via cabo UTP (PoE)
  • Aviso de desconexão das câmeras da rede
  • Programação de dias e horários para eventos (nas próprias câmeras)
  • Transmissão e recepção de áudio nas câmeras
  • Envio de vídeos com diferentes resoluções para cada cliente
  • Entrada de sensores e contatos de saída com comunicação via rede
  • Criação de diferentes usuários para acesso direto às câmeras
  • Gravação das câmeras diretamente em um storage na rede (NAS).

É claro que a lista poderia continuar, pois em IP as possibilidades são imensas, mas há uma maior chance de participar de grandes projetos que necessitam tecnologia de monitoramento com redundância, inteligência de vídeo e segurança de transmissão.

Ao passo que o sistema pode participar em projetos metropolitanos que necessitam de câmeras IPs para transmissão via wireless ou projetos que necessitam maior segurança em relação à transmissão de vídeo.

 

O mercado de CFTV IP e analógico

 Houve uma inversão no mercado de CFTV IP e analógico, hoje existe uma enorme quantidade de empresas fabricantes de câmeras e VMS (software de gravação e monitoramento) que participam dos maiores projetos do mundo e possuem um alto faturamento.

Empresas como a brasileira Digifort que criou seu software de monitoramento devido à existência das câmeras IPs, hoje essa empresa já tem reconhecimento nacional e internacional.

Essas empresas existem, empregam pessoas altamente qualificadas e desenvolvem software graças aos diversos fabricantes de câmeras IPs de última geração, como por exemplo, a renomada Samsung.

Há ainda ONVIF e PSIA criados para manter um padrão de compatibilidade entre fabricantes de produtos e software de CFTV IP.

É uma tremenda inocência imaginar que todas essas empresas e grandes corporações irão voltar a utilizar sistemas analógicos.

Seria também inviável ter sistemas baseados em DVRs para cumprir essa demanda do mercado de alta tecnologia.

O sistema analógico não pode participar de tais projetos, está limitado a projetos pequenos e até de médio porte, são residências, escritórios e empresas que precisam de sistemas analógicos e a nova tecnologia de alta resolução pode ser a melhor oferta para eles, considerando o custo benefício.

Esta entrada foi publicada em Sem classificação. Adicione o link permanente aos seus favoritos.